Home > Notícia

Notícia

Foto da notícia

Estação Boiúna é alvo de vândalo

Rio de Janeiro, 20 de Novembro de 2017.

Nesta segunda, dia 20, por volta de 0h30, a estação Boiúna, do corredor TransOlímpica, foi vandalizada por um homem que desembarcou do ônibus articulado e desferiu chutes e golpes contra a porta da bilheteria e a bateria de catracas. As imagens mostram o momento em que o vândalo consegue quebrar a catraca, inutilizando o equipamento, apesar dos protestos dos demais passageiros.


A depredação do sistema e atos de vandalismo são, junto com a evasão, os principais problemas que o Consórcio enfrenta para manter os serviços em operação. Mensalmente, o Consórcio BRT gasta mais de R$ 1, 6 milhão para manter a rede operando com as condições de segurança necessárias. "Se fossemos recuperar o sistema inteiro, esse valor superaria R$ 6 milhões", afirmou a diretora de Relações Institucionais do BRT, Suzy Balloussier.


Apesar dos prejuízos, a estação Boiuna  permanece operando. "Já apelamos diversas vezes às autoridades competentes. Os problemas que estamos enfrentando são de segurança pública e transcendem em muito nossa capacidade de garantir a integridade dos   funcionários, passageiros e equipamentos. A Secretaria Municipal de Transportes afirma que já tomou providências para atender todas as solicitações do BRT, mas até agora a situação não mudou", afirmou Suzy.

COMPARTILHE: Google+